câncer de esôfago

5 fatores de risco para o câncer de esôfago

De acordo com informações divulgadas pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de esôfago é o sexto mais frequente em homens e o oitavo de maior incidência no mundo. Essas estatísticas são boas razões para conhecermos mais sobre a doença e seus fatores de risco. Ficou interessado? Então, continue a leitura. Nas próximas linhas, você vai saber mais sobre cada um dos fatores que aumentam as chances de um indivíduo adquirir esse tipo de câncer.

O que é o câncer de esôfago?

É a formação de um tumor maligno no esôfago. Esse tumor costuma ser do tipo adenocarcinoma ou carcinoma espino-celular. O adenocarcinoma surge na parte inferior do órgão, já o carcinoma espino-celular na parte média e superior. O esôfago é um tubo que tem como função direcionar o alimento ingerido pela boca até a entrada do estômago, para que seja digerido. Quando há a formação de um tumor, eles se proliferam e invadem os órgãos ao redor e os gânglios linfáticos. Quem porta esse tipo de câncer pode apresentar, por exemplo, dificuldade e dor para engolir (disfagia e odinofagia). Em consequência desse problema em se alimentar, o paciente perde peso, podendo até adquirir uma desnutrição. A melhor alternativa de tratamento do câncer de esôfago é a cirurgia de retirada do órgão, chamada de esofagectomia. A quimioterapia e a radioterapia também são tratamentos que podem propiciar a cura do paciente.

Quais são os fatores de risco para o câncer de esôfago?

Em geral, todo tipo de câncer tem fatores de risco que são responsáveis por aumentar as chances de uma pessoa adquirir a doença. Nesse caso não é diferente. A seguir, conheça os principais fatores de risco para o câncer de esôfago:

Tabagismo

O uso contínuo de cigarro e derivados do tabaco é a causa mais comum desse tipo de câncer. Independente do tipo de fumo, os riscos de adquirir a doença são 44 vezes maior do que em quem não é fumante.

Consumo excessivo de álcool

Assim como o cigarro, o álcool também tem um papel importante no desenvolvimento dessa patologia. Quando ambos os vícios se combinam, as chances são assustadoramente maiores. Nesse sentido, quem consome álcool diariamente tem o risco 18 vezes maior do que quem não bebe.

Esôfago de Barrett

Esôfago de Barrett é uma alteração nas células do esôfago causada pelo refluxo gastroesofágico. Em suma, essa alteração constitui uma lesão pré-maligna que aumenta em até 100 vezes o risco de câncer. É uma condição comum em pessoas obesas.

Dieta

Alguns estudos confirmam que uma alimentação pobre em frutas, vegetais, minerais e vitaminas exerce uma grande influência nas chances de contrair a doença.

Presença de outras patologias

Os quadros de obesidade, doença de Chagas e estenose também tornam as pessoas mais predispostas ao câncer de esôfago.  Esses são os principais fatores de risco para o câncer de esôfago. Nesse sentido, caso queira conhecer as possibilidades de tratamento para essa doença, procure um médico especializado no assunto. Quer saber mais? Clique no banner!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp